RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Padrões alimentares de mulheres no climatério em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Hoffmann, Maichelei;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/6978189962770931;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Olinto, Maria Teresa Anselmo;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/9039273079632174;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Saúde;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Padrões alimentares de mulheres no climatério em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil;
metadataTrad.dc.description.resumo A presente dissertação de mestrado em Saúde Coletiva, intitulada “Padrões alimentares de mulheres no climatério em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil”, justifica-se pela necessidade em conhecer os padrões alimentares das mulheres no climatério, em especial a relação do estado menopáusico com padrão alimentar. A dissertação é composta pelo projeto de pesquisa, pelo relatório de campo e pelo artigo científico. Para o projeto de pesquisa, realizou-se uma busca bibliográfica sobre padrões alimentares em mulheres e principalmente no climatério e, com base nesta, foram estabelecidos os objetivos: identificar os padrões alimentares da amostra e a relação com estado menopáusico. No relatório de campo encontra-se, para consulta detalhada, a descrição da metodologia utilizada: para obtenção do consumo alimentar foi utilizado questionário de frequência alimentar qualitativo, análise fatorial foi usada para obtenção dos padrões alimentares e análise de componentes principais para extração dos fatores. Qui-quadrado de Person e Regressão de Poisson foram os testes usados para verificar as associações. No artigo científico, são apresentados os resultados: identificou-se cinco padrões alimentares explicando 29,18% da variância. O padrão I, denominado frutas e verduras; o padrão II, denominado tradicional; o padrão III, denominado lanches; o padrão IV, denominado prudente; e o padrão V, denominado regional. Após o ajuste no modelo multivariado, não houve associação entre estado menopáusico e padrões alimentares. Somente idade, escolaridade e renda apresentaram associações significativas. Estes achados foram discutidos à luz da literatura atual, deixando perspectivas para novos estudos e dados relevantes a serem levados em consideração na promoção de saúde em mulheres no climatério.;
metadataTrad.dc.description.abstract This Master's thesis in Public Health, entitled "Eating patterns of climacteric women in outpatient care in southern Brazil", is justified by the need to know the dietary patterns of women in menopause, in particular the relationship between the menopausal state and the pattern to feed. The dissertation is composed of the research project, the field report and the scientific article. For the research project, a bibliographic search was carried out on eating patterns in women and especially in menopause and, based on this, the objectives were elaborated: to identify the dietary patterns of the sample and the relationship with the menopausal state. The field report contains, for detailed consultation, the description of the application used: for food consumption, the qualitative food frequency questionnaire was used, factor analysis was used to obtain the eating patterns and analysis of main components for the extraction of components. Person Chi-square and Poisson Regression were the tests used to verify the associations. In the scientific article, the results are qualified: five dietary patterns were identified, explaining 29.18% of the variance. Pattern I, called fruits and vegetables; pattern II, called traditional; pattern III, named branches; pattern IV, called prudent; and pattern V, called regional. After adjustment in the multivariate model, there was no association between menopausal status and eating patterns. Only age, education and independent income listed. These findings were discussed in light of the current literature, leaving perspectives for new studies and relevant data to be taken into account in the promotion of health in climacteric women.;
metadataTrad.dc.subject Padrões alimentares; Mulheres no climatério; Atendimento ambulatorial; Food patterns; Women in the climacteric; Outpatient care;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Humanas::Psicologia;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2014-03-24;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/10354;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics