RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Do "você não pode" ao "você não quer": a emergência da prevenção às drogas na Educação

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Ribeiro, Tiago Magalhães;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/0019318491175632;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Fabris, Elí Terezinha Henn;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/2961121430255733;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Humanidades;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Do "você não pode" ao "você não quer": a emergência da prevenção às drogas na Educação;
metadataTrad.dc.description.resumo Esta dissertação tem por objetivo compreender de que maneiras a educação escolarizada se viu investida de uma função social relacionada às práticas de uso de drogas, ou, em outras palavras, compreender como a prevenção ao uso de drogas tornou-se uma demanda para o campo da Educação, sendo prescrita como conteúdo a ser obrigatoriamente incluso nos currículos escolares. Tomando como ferramenta analítica principal o conceito de governamentalidade, desenvolvido por Michel Foucault, e inspirando-se no estilo de pensamento e pesquisa desse filósofo, compreende-se a emergência da prevenção às drogas na Educação como efeito de uma racionalidade política que toma por objeto de gestão cada indivíduo em particular e também a população em seu conjunto; que funciona principalmente a partir de um saber fundado no campo da Economia, operando cálculos a fim de obter a máxima eficiência com o mínimo emprego necessário de poder e de recursos financeiros; e, por fim, que se constitui, em sua efetividade, por meio de um aparato de técnicas, saberes, instituições, procedimentos e especialistas. A pesquisa sugere, de um lado, que a prevenção às drogas foi tornada uma demanda escolar a partir das próprias características históricas dessa instituição, potencialmente capaz de instituir sujeitos úteis e dóceis e de fazer circular um poder que, antes preventivo do que repressivo, se apresenta como mais sutil e eficaz no sentido de conduzir as condutas e implementar as técnicas necessárias à produção de uma sociedade segura, saudável e produtiva. De outro lado, o uso de drogas instituiu-se como temática escolar através de sua configuração como "problema" a partir do funcionamento estratégico de saberes que, justificando e fazendo circular uma trama de poderes, tornaram a prevenção de práticas de uso de psicoativos nos espaços escolares uma questão "natural".;
metadataTrad.dc.description.abstract This dissertation aims at understanding how school education has been assigned a social function related to practices of drug use, or, in other words, understanding how drug prevention has become a demand in the Education field, being prescribed as a content that must be included in school curricula. Taking the concept of governmentality, developed by Michel Foucault, as my main analytical tool, and inspired by his style of thinking and researching, I understand the emergence of drug prevention as an effect of a political rationality that takes each individual as a management object, as well as the population as a whole; that functions from a knowledge founded on the field of Economy, performing calculations in order to obtain the maximum efficiency with the least use of power and financial resources; finally, that constitutes itself in its effectiveness by means of an apparatus of techniques, knowledges, institutions, procedures, and specialists. This research has suggested, on the one hand, that drug prevention has become a school demand deriving from the very historical characteristics of that institution, potentially capable of instituting useful, docile subjects and circulating a power that, being more preventive than repressive, is more subtle and effective in conducting conducts and implementing techniques required for the production of a safe, healthy, productive society. On the other hand, drug use has become a school subject through its configuration as a "problem", from the strategic functioning of knowledges that, justifying and circulating a web of powers, have converted the prevention of practices of psychoactive substance use at school into a natural "issue".;
metadataTrad.dc.subject Educação; Prevenção às drogas; Governamentalidade; Biopoder; Education; Drug prevention; Governmentality; Biopower;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Humanas::Educação;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2010;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/3121;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Educação;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics