RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

As culturas indígenas e a gestão das escolas da Comunidade Guariba, RR: uma etnografia

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Matos, Maristela Bortolon de;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/2400291901351784;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Molina, Rosane Maria Kreusburg;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/2571450851374800;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Humanidades;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title As culturas indígenas e a gestão das escolas da Comunidade Guariba, RR: uma etnografia;
metadataTrad.dc.description.resumo Essa tese tem como tema as Culturas Indígenas e a Gestão das Escolas. Trata-se de um estudo de desenho etnográfico cuja coleta de evidências se deu por meio de entrevistas semi-estruturadas, censo, observação, análise de documentos, mapas e fotografias, com destaque para o diário de campo. O objetivo principal da tese é compreender as interações entre as culturas indígenas e os processos de gestão das escolas na Comunidade Indígena Guariba, no Município do Amajari, Roraima. O corpus da pesquisa é formado por uma contextualização da Educação Escolar Indígena no Brasil e em Roraima (abordando a gestão escolar e a gestão escolar indígena), apoiada nas legislações; uma contextualização do campo empírico, fazendo uma descrição da localidade e dos povos indígenas de Roraima e suas culturas; e uma abordagem da interculturalidade e diversidade cultural. Foram considerados os elementos internos e externos que interferem, bem como os aspectos formais e informais que configuram o cotidiano específico da gestão dessas escolas. Utilizei a análise de conteúdo (BARDIN, 1977 e 2011). A pesquisa tem como marco teórico de referência a Teoria da Complexidade (MORIN, 1991, 1996, 1997, 2009, 2011). A comunidade indígena que constituiu o campo empírico da pesquisa é composta pelas etnias Wapixana e Makuxi, e as escolas estão vinculadas às secretarias estadual e municipal de educação. O processo analítico e a permanência no campo me permitem afirmar que há uma influência mútua entre as culturas indígenas e os processos de gestão das escolas na Comunidade Guariba. Entre outros resultados da pesquisa, concluí que: as interações entre a vida na comunidade e a vida nas escolas têm a cultura indígena local como elemento mediador; a Comunidade Indígena Guariba atualmente utiliza a escola para reafirmar e manter manifestações culturais locais; as interações e inter-relações podem ser percebidas em diferentes e diversas situações (ou ações) que ocorrem nas escolas e na comunidade, amplamente descritas nesta tese; e as manifestações culturais indígenas locais são parte inerente à forma como se configura a gestão das escolas.;
metadataTrad.dc.description.abstract This study is focused on the themes of Indigenous Peoples’ Cultures and School Management. It presents an ethnographic drawing whose collection of evidence was built on semi-structured interviews, census, observation, document analysis, maps, pictures, and special regards to field diaries. The main objective of this thesis is to understand the interactions between indigenous cultures and the processes of management adopted by the schools of the Indigenous Guariba Community, in the municipality of Amajari, Roraima. The research corpus is build upon: a study of the Education for Indigenous People in Brazil and in the State of Roraima (considering both regular and indigenous school management) as supported by legislation; a contextualization of the empirical field, with a description of the people of Roraima, their place and traditions; and a study of intercultural dialogues and cultural diversity. Internal and external elements that interfere on the subject, as well as formal and informal aspects that configure the daily life of the management of these schools were considered in this research. Content analysis was used (BARDIN, 1977 & 2011), and the theoretical framework was based on the Complexity Theory (MORIN, 1991, 1996, 1997, 2009 & 2011). The indigenous community that constituted the empirical field of research includes the ethnic groups Wapixana and Makuxi. Their schools are linked to the Municipal and to the State Boards of Education. The process of analysis I used as well as my long term staying in the region allow me to confirm that there is a mutual dialogue between indigenous cultures and the methodsof schools management in the Guariba Community. Some of the conclusions Ihave reached in this study are: the local indigenous culture is used as a mediator in the interaction between community and school lives; today, the Indigenous Community of Guariba uses of the school in order to reaffirm and maintain their local cultural activities; the interactions and inter-relations can be perceived in different and diverse situations (or actions) that happen in the schools and in the community, as widely described in this dissertation; and the local indigenous activities are inherent in the way the school is managed.;
metadataTrad.dc.subject Culturas indígenas Makuxi e Wapixana; Escolas indígenas; Gestão escolar; Etnografia; Wapixana and Makuxi indigenous cultures; Indigenous people’s schools; School management; Ethnography;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Humanas::Educação;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2013;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/3737;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Educação;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics