RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Inventário de gases de efeito estufa e emissões evitadas com o gerenciamento de resíduos e cobertura vegetal na Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Preuss, Maicon Junior;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/6158392831022350;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Gomes, Luciana Paulo;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/0367690077465707;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola Politécnica;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Inventário de gases de efeito estufa e emissões evitadas com o gerenciamento de resíduos e cobertura vegetal na Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.description.resumo As emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) têm sido uma das principais fontes de alterações climáticas na Terra desde o século XVII. Para conhecer o perfil das emissões e quantificar as fontes emissoras que mais contribuem para estas alterações, países, organizações e empresas têm desde o início do século XXI adotado a elaboração do Inventário de Gases de Efeito Estufa (IGEE) como ferramenta para compreenderem o perfil de suas emissões de GEE, o volume de emissões que suas atividades geram na atmosfera e direcionar ações para mitigar e controlar as emissões de tais gases. Frente a esta problemática, a presente pesquisa teve por objetivo realizar o Inventário de Gases de Efeito Estufa da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, de acordo com todas as atividades e serviços realizados dentro do Campus de São Leopoldo. A metodologia adotada neste estudo utilizou a coleta de dados existentes no Sistema de Gestão Ambiental (SGA) da universidade, de acordo com os parâmetros do Programa Brasileiro GHG Protocol. O estudo demonstrou que no ano de 2015, a Unisinos emitiu 2.706 tCO2e, mensuradas através do seu IGEE. Os resíduos reciclados na universidade evitaram a emissão de 9,7 tCO2e na atmosfera, através do gerenciamento de resíduos da Unisinos. A cobertura vegetal da universidade absorveu 255 tCO2, através do sequestro de carbono dos 20,4 ha de área de preservação permanente (APP). O balanço de GEE mostrou uma compensação de 255 tCO2e pela manutenção da cobertura vegetal, sendo as emissões líquidas 2.451,44 tCO2e. Como conclusão o estudo sugere que ações para o futuro se baseiem na realização de inventários posteriores e na redução de emissões de GEE através da melhoria de eficiência nos processos de consumo de energia elétrica, manutenção de aparelhos de ar-condicionado e redução no número de viagens aéreas.;
metadataTrad.dc.description.abstract Greenhouse gas (GHG) emissions have been one of the main sources of climate change on the Earth since the 17th century. In order to know the emission´ profile and quantify the sources of emissions that contributed the most to these changes, countries, organizations and companies have since the beginning of the 21st century adopted the Greenhouse Gas Inventory (GHGI) as a tool to understand the profile of their GHG emissions, the volume of emissions their activities generate in the atmosphere and direct actions to mitigate and control emissions of those gases. Faced with this problem, the present research had as its goal accomplishing the Greenhouse Gas Inventory of the University of Vale do Rio dos Sinos according to all the activities and services carried out within the Campus of São Leopoldo. The methodology adopted in this study used data collection of the University's Environmental Management System (EMS), according to the parameters of the Brazilian GHG Protocol Program. The study showed that in 2015, Unisinos issued 2,706 tCO2e, measured through its GHGI. Recycled waste at the University prevented the emission of 9.7 tCO2e into the atmosphere through waste management at Unisinos. The university's vegetation cover absorbed 255 tCO2, through carbon sequestration in its 20.4 ha of permanent preservation area (PPA). The GHG balance showed a compensation of 255 tCO2e through the vegetal cover maintenance, showing net emissions of 2,451.44 tCO2e. In conclusion, this study suggests that future actions should be based on accomplishment of later inventories and reduction of GHG emissions through improvement of power consumption efficiency, air conditioners maintenance and reduction of air travels.;
metadataTrad.dc.subject Emissão de gases; Efeito estufa; Resíduos sólidos; Gas emission; Greenhouse effect; Solid waste;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Engenharias::Engenharia Civil;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2017-02-23;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; PROSUP - Programa de Suporte à Pós-Gradução de Instituições de Ensino Particulares;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/6271;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics