RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Análise do processo decisório dos investidores e analistas do mercado financeiro em relação às ações de empresas com patrimônio líquido negativo

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Cescon, José Antonio;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/1531423734016048;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Decourt, Roberto Frota;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/8877104687154282;
metadataTrad.dc.contributor.advisor-co1 Costa, Luciana de Andrade;
metadataTrad.dc.contributor.advisor-co1Lattes http://lattes.cnpq.br/2921649897325599;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Gestão e Negócios;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Análise do processo decisório dos investidores e analistas do mercado financeiro em relação às ações de empresas com patrimônio líquido negativo;
metadataTrad.dc.description.resumo O processo de formação da tomada de decisão tem na moderna teoria de finanças o pressuposto de que os investidores agem de forma racional no mercado, são avessos ao risco, buscam a maximização da utilidade esperada, que os mercados são altamente eficientes e que os investidores exploram todas as oportunidades de arbitragem. Se esta premissa estiver correta, como então explicar porque investidores e analistas do mercado financeiro adquirem, mantém e/ou recomendam ações de empresas com patrimônio líquido negativo, já que estas empresas em tese estão prontas para a liquidação. Esta contestação a racionalidade ilimitada dos agentes do mercado financeiro tem sua base nas finanças comportamentais. Partindo destas premissas essa tese buscou compreender como se dá a formação do processo da tomada de decisão de investidores e analistas do mercado financeiro em relação à compra/venda/manutenção e/ou recomendação de ações de empresas com patrimônio líquido negativo listadas na B3 (Brasil, Bolsa e Balcão). Primeiramente montou-se uma carteira de investimentos, cuja composição é somente de empresas que adentraram ao patrimônio líquido negativo para verificar se ocorreram retornos positivos anormais para investimentos em empresas neste tipo de situação. A carteira foi formada com 77 empresas de um total de 208 que apresentaram pelo menos um trimestre de patrimônio líquido negativo no período de análise de retorno da carteira que foi de 1998 à 2016. Comparando o resultado desta carteira com investimentos livre de risco (Poupança e CDI) e a um investimento de risco similar (IBrX50), na análise da carteira buscou-se confirmar se é possível obter retornos positivos anormais em determinado período com investimentos em empresas com patrimônio líquido negativo e se este retorno propiciado é condizente com a relação risco/retorno preconizado pela moderna teoria de finanças. Os resultados encontrados apontam que é possível obter resultados positivos anormais, porém não atendem a relação risco/retorno se comparado a um investimento livre de risco. Estes resultados serviram de base para o desenvolvimento da tese proposta de que a formação do processo da tomada de decisão por parte de investidores e analistas do mercado financeiro trata-se de um processo de decisão parcialmente racional, pois este processo é afetado por aspectos comportamentais. Para confirmar esta tese, foram realizadas entrevistas com investidores (22) e analistas do mercado financeiro (09), que possuíram, possuem, recomendaram, recomendam a compra/venda e/ou manutenção de ações de empresas com patrimônio líquido negativo. As questões semiestruturadas das entrevistas foram suportadas pela moderna teoria de finanças e pelos vieses comportamentais: Contabilidade Mental; Aversão a Perda; Fuga ao Arrependimento; Efeito Disjunção, Efeito Manada, Loteria, Excesso de Confiança, Excesso de Otimismo e Ilusão Monetária. O método utilizado foi a análise de conteúdo, tendo como base as premissas da Hipótese do Mercado Eficiente (HME) e das Finanças Comportamentais (FC). Os resultados encontrados conduziram a três categorias de processos na formação da tomada de decisão. A 1ª categoria “Processo Racional”, atende a premissa da HME, de que tanto o investidor quanto os analistas são racionais. A 2ª categoria “Processo Pseudorracional”, atende parcialmente a premissa da HME, quanto atende parcialmente a premissa das Finanças comportamentais. A 3ª categoria “Processo Comportamental” atende a premissa das Finanças comportamentais. Os resultados demonstram que individualmente nenhum dos investidores ou analistas do mercado financeiro entrevistados podem ser classificados dentro de uma categoria específica, neste sentido não há um processo totalmente Racional, Pseudorracional ou Comportamental.;
metadataTrad.dc.description.abstract The process of forming decision-making has in the modern theory of finance the assumption that investors act rationally in the market, are risk-averse, seek to maximize expected utility, that markets are highly efficient, and that investors exploit arbitration opportunities. If this premise is correct, how then explain why investors and financial market analysts acquire, maintain and/or recommend shares of companies with negative equity, since these companies are ready for settlement. This challenge to the unlimited rationality of financial market agents has its basis in behavioral finance. Based on these premises, this thesis sought to understand how the decision-making process of financial market investors and analysts is formed in relation to the purchase/sale/maintenance and/or recommendation of shares of companies with negative equity listed on B3 (Brazil, Stock Exchange and Counter). Firstly, an investment portfolio was set up, whose composition is only of companies that went into negative equity to verify if there were abnormal positive returns for investments in companies in this type of situation. The portfolio was formed by 77 companies out of a total of 208 that had at least one quarter of negative equity in the period of analysis of portfolio returns that was from 1998 to 2016. Comparing the result of this portfolio with risk-free investments (Savings account and CDI) and a similar risk investment (IBrX50), the analysis of the portfolio sought to confirm if it is possible to obtain abnormal positive returns in a given period with investments in companies with negative equity and if this return provided is consistent with the risk ratio / return advocated by the modern theory of finance. The results show that it is possible to obtain abnormal positive results, but they do not meet the risk/return relationship when compared to a risk-free investment. These results served as a basis for the development of the proposed thesis that the formation of the decision-making process by financial market investors and analysts is a partially rational decision process because this process is affected by behavioral aspects. To confirm this thesis, interviews were conducted with investors (22) and financial market analysts (09), who owned, have, recommend, the purchase/sale and/or maintenance of shares of companies with negative equity. The questions of these interviews were supported by the behavioral biases: Mental Accounting; Loss Aversion; Fear to Repentance; Disjunction Effect, Herd Effect, Lottery, Excess of Confidence, Excess of Optimism and Monetary Illusion. The method used was content analysis, based on the assumptions of the Efficient Market Hypothesis (HME) and Behavioral Finance. The results found led to three categories of process in the formation of decision making. The 1st category "Rational Process", meets the HME premise that both the investor and the analysts are rational. The second category "Pseudo-rational Process", partially meets the premise of HME, as it partially meets the premise of behavioral finance. The 3rd category "Behavioral Process" meets the premise of Behavioral Finance. The results demonstrate that individually none of the investors or financial market analysts interviewed can be classified within a specific category, in this sense there is not a totally Rational, Pseudo-rational or Behavioral process.;
metadataTrad.dc.subject Tomada de decisão; Finanças comportamentais; Vieses comportamentais; Investidores; Analistas do mercado financeiro; Decision making; Behavioral finance; Behavioral bias; Investors; Financial market analysts;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Sociais Aplicadas::Ciências Contábeis;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2018-01-18;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/7014;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics