RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Mudanças institucionais e novos ofertantes no sistema de pagamentos brasileiro: análise a partir da adoção de pagamentos móveis

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Braido, Gabriel Machado;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/6787218109615641;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Klein, Amarolinda Zanela;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/7550820294257183;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Gestão e Negócios;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Mudanças institucionais e novos ofertantes no sistema de pagamentos brasileiro: análise a partir da adoção de pagamentos móveis;
metadataTrad.dc.description.resumo Esta pesquisa objetivou analisar as mudanças institucionais associadas à adoção de pagamentos móveis no Brasil, especialmente aquelas relacionadas à entrada de novos ofertantes no sistema de pagamentos. Para alcançar este objetivo, realizou-se um estudo de caso no sistema de pagamentos brasileiro mediante a coleta de dados a partir de múltiplas fontes de evidência, como entrevistas com empreendedores de fintechs, análise de documentos, aplicação de questionários com usuários e não usuários de pagamentos móveis e observação em um encontro de fintechs. A Teoria Institucional ofereceu suporte para a compreensão das mudanças institucionais já ocorridas e que ainda precisam ocorrer nos pilares regulativo, normativo e cultural/cognitivo e, a partir destes resultados, constatou-se que estas mudanças institucionais somente ocorrerão se as formas de trabalho institucional para criação de novas instituições apresentadas por Lawrence e Suddaby (2006) forem exercidas no contexto do sistema de pagamentos brasileiro. A partir disto, analisou-se o campo empírico a fim de identificar o exercício (ou não) das formas de trabalho institucional. Como resultados da pesquisa, considera-se que as novas tecnologias, por si só, não são capazes de ocasionar mudanças institucionais em um contexto de modo a facilitar o ingresso e desenvolvimento de empresas de base tecnológica. Observou-se, ainda, que as soluções oferecidas pelas fintechs, mesmo que de caráter inovador e caracterizadas como inovações digitais, sozinhas não são suficientes para promoverem mudanças no contexto institucional a fim de facilitar o ingresso e/ou desenvolvimento de empresas neste contexto. Diante disso, concluiu-se que os novos entrantes não têm o poder de criar novas instituições do sistema, mesmo oferecendo soluções inovadoras, sendo necessário que estas organizações se unam para desempenhar um trabalho institucional no contexto, buscando alinhar os interesses dos atores e, assim, provocar mudanças institucionais. Por fim, fica evidente que os grandes players do setor utilizam o seu poder para influenciar o contexto institucional, defendendo as suas posições dominantes e buscando dificultar o ingresso e desenvolvimento de novas empresas no mercado brasileiro. Quanto às contribuições da pesquisa, destaca-se que na perspectiva acadêmica, o estudo contribui ao analisar a adoção de pagamentos móveis à luz da teoria institucional e por meio da realização de um estudo de caso, enquanto que na perspectiva gerencial, os resultados oferecem subsídios aos empreendedores ou futuros empreendedores que desejam ingressar no mercado financeiro brasileiro, além de sugerir direcionamentos aos órgãos reguladores e ao governo.;
metadataTrad.dc.description.abstract This research aimed to analyze the institutional changes associated to the adoption of mobile payments in Brazil, especially those related to the entry of new offers into the payment system. To achieve this objective, a case study was carried out in the Brazilian payment system through the collection of data from multiple sources of evidence, such as interviews with fintech entrepreneurs, document analysis, application of questionnaires with users and non-users of mobile payments and observation at a meeting of fintechs. The Institutional Theory offered support for the understanding of the institutional changes that have already occurred that still need to occur in the regulatory, normative and cultural/cognitive pillars, and from these results it has been verified that these institutional changes will only occur if the forms of institutional work for creation of new institutions presented by Lawrence and Suddaby (2006) are carried out in the context of the Brazilian payment system. From this point forward, the empirical field was analyzed in order to identify the exercise (or not) of the forms of institutional work. As research results, it is considered that the new technologies, by themselves, are not capable of causing institutional changes in a context in order to facilitate the entry and development of technology-based companies. It was also observed that the solutions offered by fintechs, even if innovative and characterized as digital innovations, alone are not enough to promote changes in the institutional context in order to facilitate the entry and/or development of companies in this context. Thus, it was concluded that new entrants do not have the power to create new institutions of the system, even offering innovative solutions, and that these organizations must unite to perform an institutional work in the context, seeking to align the interests of the actors and thus, induce institutional changes. Finally, it is evident that the great players of the sector use their power to influence the institutional context, defending their dominant positions and seeking to hinder the entry and development of new companies in the Brazilian market. Regarding the contributions of the research, it is important to highlight that on the academic perspective, the study contributes to analyze the adoption of mobile payments in the light of institutional theory and by conducting a case study, while from the managerial perspective, the results offer subsidies to entrepreneurs or future entrepreneurs who wish to enter the Brazilian financial market, in addition to suggesting directions to regulatory agencies and the government.;
metadataTrad.dc.subject Fintechs; Pagamentos móveis; Mudanças institucionais; Teoria Institucional; Sistema de pagamentos brasileiro; Fintechs; Mobile payments; Institutional changes; Institutional theory; Brazilian payment system;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Sociais Aplicadas::Administração;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2019-03-26;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/8690;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Administração;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics