RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

(Re)pensando a inovação e o conceito de inovação inclusiva: um estudo do movimento maker no Brasil à luz da teoria ator-rede

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Burtet, Cecília Gerhardt;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/4897575275843455;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Klein, Amarolinda Iara da Costa Zanela;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/7550820294257183;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Gestão e Negócios;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title (Re)pensando a inovação e o conceito de inovação inclusiva: um estudo do movimento maker no Brasil à luz da teoria ator-rede;
metadataTrad.dc.description.resumo O objetivo desta pesquisa foi compreender como o conceito de inovação, especialmente o de inovação inclusiva, pode ser ressignificado por meio da análise do movimento maker no Brasil à luz da Teoria Ator-Rede (TAR). Para tanto, o trabalho problematiza a literatura dominante no campo da inovação, face ao conceito de inovação inclusiva. A partir dessa problematização uma pesquisa qualitativa foi realizada seguindo os preceitos teórico-metodológicos da TAR. A análise dos dados foi realizada principalmente à luz do conceito metodológico de hinterlands, através do qual foram mapeadas as práticas compartilhadas entre os atores da rede do movimento maker, bem como os conjuntos de relações que ainda não haviam se estabilizado como prática, a partir dos quais foi possível mapear também controvérsias nesse movimento no Brasil. Os resultados da pesquisa evidenciam que o movimento maker, performado por uma rede de práticas imbricadas e ancoradas pela prática do ‘fazer’, desestabiliza a caixa-preta da fabricação das coisas, abrindo espaço para repensar a inovação neste início de século. O estudo dessa rede aponta que, embora seus atores ‘centrais’ promovam a inclusão de um público que, a partir dos espaços maker, passou a ter acesso a inúmeras possibilidades de criação antes inacessíveis, outros atores, historicamente excluídos dos debates de inovação, ainda permanecem excluídos desse movimento. Trazendo à tona a dimensão política da inovação, a tese propõe o amadurecimento do conceito de inovação inclusiva e inaugura uma agenda de estudos futuros que problematizem a literatura acerca desse conceito, convidando a repensá-lo a partir de abordagens críticas, capazes de oferecer avanços significativos e relevantes não apenas para debates acadêmicos, como também para o desenvolvimento de políticas públicas, especialmente em países menos desenvolvidos.;
metadataTrad.dc.description.abstract The objective of this study was to understand how the concept of innovation, especially that of inclusive innovation, can be redefined through the analysis of the maker movement in Brazil in the light of the Actor-Network Theory (ANT). For that, the work problematized the dominant literature in the field of innovation in view of the inclusive innovation concept. From this problematization, qualitative research was carried out following the theoretical-methodological precepts of ANT. The data analysis was carried out mainly in the light of the methodological concept of hinterlands, through which were mapped the shared practices among the actors of the network of the maker movement, as well as the sets of relations that had not yet stabilized as practice, from which was also possible to map controversies in this movement in Brazil. The research findings show that the maker movement is performed by a network of imbricated practices and anchored by the practice of 'making', that destabilize the black box of manufacturing, opening space to rethink innovation in this early century. The study of this network in Brazil points out that, although its 'central' actors promote the inclusion of an audience that, from the maker spaces, has access to innumerable possibilities of creation before inaccessible, other actors, historically excluded from the debates of innovation, still remain excluded of this movement. Bringing the political dimension of innovation to the fore, the study proposes a deepening in the concept of inclusive innovation, inaugurating an agenda for future studies that problematizes the literature about this concept, inviting to rethink it from critical approaches, capable of offering significant and relevant advances not only for academic debates, but also for the development of public policies, especially in less developed countries.;
metadataTrad.dc.subject Inovação; Inovação inclusiva; Movimento maker; Teoria ator-rede; Innovation; Inclusive innovation; Maker movement; Actor-network theory;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Sociais Aplicadas::Administração;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2019-03-28;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/8692;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Administração;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics