RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Produção de biogás de resíduo de lodo ativado proveniente do tratamento de esgoto sanitário

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Flores, Guilherme Anselmo;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/1624147782463867;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Miranda, Luís Alcides Schiavo;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/1383059721484641;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola Politécnica;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Produção de biogás de resíduo de lodo ativado proveniente do tratamento de esgoto sanitário;
metadataTrad.dc.description.resumo A busca por maior eficiência no tratamento dos efluentes permite criar alternativas para a recuperação dos recursos hídricos, contudo os sistemas utilizados no Brasil tais como reatores anaeróbios e lodos ativados não permitem destinação final. Os resíduos de lodos ativados mantem grande quantidade de matéria orgânica ainda passiva de digestão, este substrato pode alimentar os reatores anaeróbios, favorecendo a redução dos poluentes, gerando alternativa para produção de biogás. Este trabalho busca avaliar o potencial de geração de biogás do resíduo de lodo de um reator de lodos ativados tratando esgoto sanitário. A metodologia utilizada busca comparar o desempenho do reator com a utilização do lodo da estação de tratamento (ETE) de esgoto da Unisinos como inóculo, combinado com resíduo de lodo ativado da ETE São João Navegantes, foram adotadas 3 relações de volume Inóculo/Substrato diferentes, (I/S 1:1, 2:1 e 3:1) equalizadas diretamente pela massa de sólidos voláteis totais (SVT). O estudo verificou a melhor relação para produção com a mais alta taxa de metano no biogás. A temperatura utilizada foi mesofílica de 35°C. Foram monitorados os volumes produzidos, tempo de retenção de sólidos, remoção dos SVT, pH, alcalinidade e ácidos graxos voláteis (AGV). O processo da digestão se manteve estável, desempenhando logo nas primeiras horas, os ensaios levaram entre 216h e 312h, com manutenção do pH em faixa metanogênica. O biogás gerado apresentou taxa de metano com mais de 70%, chegando a 69,72mL/mg.SVT na primeira relação (I/S 1:1) 128,96 mL/mg.SVT na segunda (I/S 2:1) e 130,52 mL.CH4/mg.SVT na terceira (I/S 3:1). A relação encontrada com melhor desempenho foi a 3:1 permitindo a maior produção de CH4 para cada mg de SVT ingerida no reator, para efeito comparativo pode-se estimar a capacidade de geração em 130,52m³/t.lodo. Nenhuma das relações apresentou característica fitotóxica para sementes em ensaio de germinação.;
metadataTrad.dc.description.abstract The looking for greater efficiency in the treatment of effluents allows to create alternatives for the recovery of water resources, however the systems used in Brazil such as anaerobic reactors and activated sludge do not allow final destination. The waste activated sludge keep a large amount of organic matter still passive of digestion, this substrate can feed anaerobic reactors, favoring the reduction of pollutants, generating alternative for biogas production. This work aims to evaluate the biogas generation potential of the sludge residue of an activated sludge reactor treating sewage. The methodology used is to compare reactor performance with the use of Unisinos sewage treatment plant (WWTP) sludge as inoculum, combined with activated sludge residue from the São João Navegantes WWTP. Three different inoculum / substrate volume ratios were adopted. , (I / S 1: 1, 2: 1 and 3: 1) equalized directly by the mass of total volatile solids (SVT). The study found the best ratio for production with the highest methane rate in biogas. The temperature used was mesophilic at 35 ° C. Volumes produced, solids retention time, SVT removal, pH, alkalinity and volatile fatty acids (VFA) were monitored. The digestion process remained stable, performing in the first hours, the tests took between 216h and 312h, with pH maintenance in the methanogenic range. The generated biogas showed a methane rate of over 70%, reaching 69.72mL / mg.SVT in the first ratio (I / S 1: 1) 128.96 mL / mg.SVT in the second (I / S 2: 1 ) and 130.52 mL.CH4 / mg.SVT in the third (3: 1 I / O). The ratio with the best performance was 3: 1, allowing the highest CH4 production for each mg of SVT ingested in the reactor. For comparison, the generation capacity of 130.52m³/t.lodo can be estimated. None of the ratios presented phytotoxic characteristics for seeds in a germination test.;
metadataTrad.dc.subject Digestão anaeróbia; Produção de biogás; Biodegradação de Resíduo de Lodo; Biodigestor; Anaerobic digestion; Biogas production; Biodegradation of waste sludge; Biodigestor;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Engenharias::Engenharia Civil;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2019-06-25;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/8947;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics