RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Terra, fortuna e família : a atuação de Antonio Fialho de Vargas no mercado da terra (segunda metade do século XIX)

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Gregory, Júlia Leite;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/1584109978048473;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Vendrame, Maíra Ines;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/2473094071164088;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Humanidades;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Terra, fortuna e família : a atuação de Antonio Fialho de Vargas no mercado da terra (segunda metade do século XIX);
metadataTrad.dc.description.resumo O presente trabalho aborda a atuação de Antonio Fialho de Vargas no comércio de terras da região do Vale do Taquari, durante a segunda metade do século XIX, com o objetivo de compreender como ocorreu a participação de empresários no negócio da colonização e como funcionava o mercado da terra intensificado por esta. O Vale do Taquari recebeu um grande contingente de imigrantes e descendentes a partir da década de 1850, levando muitas empresas a adquirir vastas extensões para transformá-las em lotes coloniais. Interessado no comércio de terras, Fialho de Vargas, oriundo de Porto Alegre, inseriu-se na região com o estabelecimento da Colônia Conventos, criada pela Baptista Fialho & Cia., empresa gerenciada por ele. Esta realizou a contratação de imigrantes europeus e encerrou as atividades após oito anos de funcionamento, mas Fialho de Vargas continuou participando do comércio de terras até o fim da vida. A partir da análise de inventários post-mortem, escrituras de compra e venda, relatórios provinciais, processos judiciais, registros paroquiais, entre outras fontes, constatamos que o comércio de terras era um negócio lucrativo, mas de retorno a longo prazo. Por isso, era necessário diversificar as aplicações, investindo também em atividades mais dinâmicas, que proporcionassem rendimentos mais rápidos. Sendo assim, Antonio Fialho de Vargas potencializou os lucros ocupando o cargo de vereador, possuindo engenhos, moinhos, emprestando dinheiro a juros e comercializando terras e madeiras. Foi possível concluir também que o investimento feito com a instalação de imigrantes europeus, embora tenha sido bastante dispendioso, garantiu o deslocamento de pessoas das colônias antigas para Conventos, tendo em vista a lógica de migração das famílias camponesas, que incluía a não separação das redes parentais e de amizade. Isso acarretou uma demanda por terra que beneficiou os negócios de Fialho de Vargas.;
metadataTrad.dc.description.abstract The present work addresses the Antonio Fialho de Vargas’ action in the land market of the Taquari’s Valley region during the second half of the 19th century, with the purpose to understand how occurred the participation of entrepreneurs in the colonization business and how operated the land market intensified by it. Taquari’s Valley received a large contingent of immigrants and descendants from the 1850s, leading many companies to buy large pieces of land to turn them into colonial lots. Interested in the land’s market, Fialho de Vargas, from Porto Alegre, inserted in the region with the establishment of Colônia Conventos, created by Baptista Fialho & Cia., a company managed by him. It contracted European immigrants and ended the activities after eight years of operation, but Fialho de Vargas continued to participate in the land market until the end of his life. From the analysis of post-mortem inventories, notarial deeds of purchase and sale, provincial reports, judicial proceedings, parish records, among other sources, we found that land market was a lucrative business but a long-term return. For this reason, it was necessary to diversify the applications, also investing in more dynamic activities, that provided faster yields. Therefore, Antonio Fialho de Vargas optimized the profits occupying the position of councilman, possessing mills, lending money to interest and commercializing lands and woods. It was also possible to conclude that the investment made with the installation of European immigrants, although it was quite expensive, ensured the displacement of people from the old colonies to Conventos, having the migrantion families point of view in mind, which included the non-separation parental networks and friendship. This caused a demand for land that benefited Fialho de Vargas’ business.;
metadataTrad.dc.subject Antonio Fialho de Vargas; Mercado da terra; Empresas de colonização; Vale do Taquari; Antonio Fialho de Vargas; Land market; Colonization companies; Taquari’s Valley;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Humanas::História;
metadataTrad.dc.type Dissertação;
metadataTrad.dc.date.issued 2019-08-02;
metadataTrad.dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/8978;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em História;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics