RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Comemorando a Bendita Santa: experiências religiosas e práticas festivas na devoção à Santa Cruz dos Milagres – Piauí (1968-1990) /

Show simple item record

metadataTrad.dc.contributor.author Santos, Patrícia de Sousa;
metadataTrad.dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/9885006874956456;
metadataTrad.dc.contributor.advisor Fleck, Eliane Cristina Deckmann;
metadataTrad.dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/8304454301957911;
metadataTrad.dc.publisher Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
metadataTrad.dc.publisher.initials Unisinos;
metadataTrad.dc.publisher.country Brasil;
metadataTrad.dc.publisher.department Escola de Humanidades;
metadataTrad.dc.language pt_BR;
metadataTrad.dc.title Comemorando a Bendita Santa: experiências religiosas e práticas festivas na devoção à Santa Cruz dos Milagres – Piauí (1968-1990) /;
metadataTrad.dc.description.resumo A Divina Santa Cruz dos Milagres, uma cruz de madeira de pouco mais de um metro de altura feita de uma importante árvore da região, a aroeira, é uma dessas devoções populares do Nordeste brasileiro que movimenta uma multidão de fiéis em seus períodos festivos. A primeira menção à devoção data de 1888, quando é autorizada a construção da primeira capela em honra à Bendita Santa Cruz dos Milagres. Na presente tese, nos debruçamos sobre o período que seestende de 1968 a 1990, período de forte efervescência da devoção, lançando nosso olhar sobreos sujeitos que a vivenciaram e deram a ela múltiplos significados, tais como os fiéis, a Igreja Católica, os comerciantes e alguns políticos locais e regionais. A partir da consulta a uma historiografia de referência sobre a temática das devoções populares e das festas religiosas, analisamos as peculiaridades dessa santa sertaneja, destacando as curas extraordinárias que tornaram possível a santificação popular da Santa Lenha, que transformou um povoado cercado por morros e cortado por rios no terceiro maior Santuário de devoção popular do Nordeste. O Templo Religioso que atrai não apenas os devotos do Piauí, mas, também, de outros estados, especialmente, do Maranhão, Ceará, Pernambuco e Bahia, que se deslocam de suas casas em busca das graças da misteriosa e milagrosa Santa Cruz. Nos detivemos, ainda, na análise das tentativas de ordenamento da devoção empreendidas, especialmente pela Igreja, mas, em algumas circunstâncias, fomentadas também pelo Estado, assim como nas evidências das táticas de manutenção devocional empregadas pelos devotos da Santa, considerando as três principais festas de devoção a Santa Cruz dos Milagres como a Festa da Invenção (maio), a Festa de Exaltação (setembro) e o Encontro dos Santos (outubro). As fontes consultadas foram os Livros do Tombo, Cartas e Decretos, materiais disponíveis nas paróquias e na Cúria de Teresina, documentos da Diocese do Maranhão, além de fotografias que nos permitiram observar vários momentos das festas em homenagem à Santa Cruz, bem como discutir a intencionalidade desses registros.;
metadataTrad.dc.description.abstract Divina Santa Cruz dos Milagres, a wooden cross with a little more than one meter of high made from an important tree of the region, the aroeira, is one of those popular devotions of Brazilian northeastern that moves a crowd of believers in their festive periods. The first mention of devotion dates from 1888, when the construction of the first chapel in honor to Bendita Santa Cruz dos Milagres is authorized. In the present thesis, we focus on the period that extends from 1968 to 1990, period of strong effervescence of devotion, pointing our eyes on the subjects who experienced it and gave it multiple meanings, such as the believers, the Catholic Church, traders and some local and regional politicians. From consulting a referential historiography about the theme of popular devotions and religious festivals, we analyzed the peculiarities of this country holy, highlighting the extraordinary cures that made possible the popular sanctification of Santa Lenha, which transformed a village surrounded by hills and cut by rivers in the third largest popular devotion Sanctuary in the northeast. Sanctuary that attracts not only the devotees of Piaui, but also from other states, especially Maranhão, Ceará, Pernambuco and Bahia, who move from their homes in search of graces of the mysterious and miraculous Santa Cruz. We also maintened on the analysis of the attempts of organization of devotion taken, especially by the Church, but, in some circumstances, also promoted by the State, as well as the evidences of devotional maintenance tactics employed by the devotees of the Holy, considering the three main festivals of devotion in the Sanctuary of Santa Cruz dos Milagres as the Festa da Invenção (may), Festa de Exaltação (september) and Encontro dos Santos (october). The sources consulted were the Tomb Books, Letters and Decrees, materials available in the parishes and the Curia of Teresina, documents from the Diocese of Maranhão, as well as photographs that allowed us to observe several moments of the festivities in honor to Santa Cruz, as well to discuss the intentionality of these records.;
metadataTrad.dc.subject Santa Cruz dos Milagres; Devoção; Religiosidade; Piauí; Santa Cruz dos Milagres; Devotion; Religiosity; Piauí;
metadataTrad.dc.subject.cnpq ACCNPQ::Ciências Humanas::História;
metadataTrad.dc.type Tese;
metadataTrad.dc.date.issued 2020-01-20;
metadataTrad.dc.description.sponsorship Nenhuma;
metadataTrad.dc.rights openAccess;
metadataTrad.dc.identifier.uri http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/9169;
metadataTrad.dc.publisher.program Programa de Pós-Graduação em História;


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search

Advanced Search

Browse

My Account

Statistics