RDBU| Repositório Digital da Biblioteca da Unisinos

Decisão de investimento: impactos da restrição financeira e das crises econômicas

Mostrar registro simples

Autor Kappel, Rodrigo da Silveira;
Lattes do autor http://lattes.cnpq.br/3938518159789677;
Orientador Zani, João;
Lattes do orientador http://lattes.cnpq.br/4667717082703855;
Instituição Universidade do Vale do Rio dos Sinos;
Sigla da instituição Unisinos;
País da instituição Brasil;
Instituto/Departamento Escola de Gestão e Negócios;
Idioma pt_BR;
Título Decisão de investimento: impactos da restrição financeira e das crises econômicas;
Resumo Esta pesquisa investigou os impactos das crises econômicas sobre a decisão de investimento corporativo, em companhias brasileiras de capital aberto, no período entre 1995 a 2015. Para a realização desse trabalho, as empresas foram separadas em dois grupos para captar os efeitos adversos da restrição financeira (restritas e irrestritas) e o efeito moderador dos estoques de ativos líquidos (maior estoque ou menor estoque de ativos líquidos). A avaliação destes relacionamentos demandou a realização de três testes empíricos. Os resultados alcançados no primeiro teste revelam que apenas as proxies payout e tamanho/payout apresentam comportamento preconizado pela teoria para classificação do estado de restrição financeira das firmas, reportando resultados alinhados às evidências promovidas pela estratégia empírica básica de Fazzari, Hubbard e Petersen (1988) para sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa. O segundo teste revelou o efeito amplificador das crises econômicas sobre os investimentos das firmas brasileiras, evidenciando uma sensibilidade negativa do investimento ao fluxo de caixa nos períodos de crises econômicas para as firmas restritas, enquanto que os investimentos de firmas irrestritas se mantêm insensíveis ao fluxo de caixa nos períodos recessivos. Essas evidências para firmas irrestritas confirmam o comportamento preconizado pela literatura, enquanto que amplificação do efeito das crises, em firmas restritas, foi observado pela variação negativa ente investimento e fluxo de caixa nestes períodos de choques econômicos. Os resultados obtidos em firmas brasileiras são consistentes com os evidenciados pela teoria, considerando que as crises econômicas afetam os investimentos das companhias, sendo os efeitos amplificados para as firmas restritas. Além disso, os resultados do último teste indicam que os estoques de ativos líquidos (caixa e equivalentes; caixa e equivalentes e trade credit – contas a receber; caixa e equivalentes, trade credit – contas a receber e estoques; caixa e equivalentes, trade credit – contas a receber; estoques, trade credit – contas a pagar; capital de giro líquido) não exerceram efeito amortecedor sobre os relacionamentos investigados, em especial, sobre os investimentos em firmas restritas nos períodos de crises econômicas. Os resultados reportados instigam a continuidade dessas investigações de modo a entender melhor como se procedem os ajustes operacionais e de investimentos, destacadamente nas empresas restritas financeiramente, seja através de novas proxies para capturar melhor o estado de restrição financeira, seja com a construção de outras variáveis para expressar o investimento, ou a liquidez, bem como avaliar os impactos com uma certa defasagem do tempo, dado que uma decisão de investimento é praticamente irreversível.;
Abstract This research investigated the impacts of economic crises on corporate investment decision in Brazilian publicly traded companies, between 1995 and 2015. In order to carry out this research, the companies were separated into two groups to capture the adverse effects of the financial constraint (constrained and unconstrained) and the moderating effect of net assets stocks (higher or lower liquid assets stock). The evaluation of these relationships required the accomplishment of three empirical tests. The results obtained in the first test show that only the payout and size/payout proxies present the behavior recommended by the theory to classify the firms' financial constraint status, reporting results in line with the evidence promoted by Fazzari, Hubbard and Petersen's (1988) basic empirical strategy for investment sensitivity to cash flow. The second test revealed the amplifying effect of economic crises on the investments of Brazilian firms, showing a negative sensitivity of the investment to the cash flow in economic crises periods for the constrained firms, while the investments of unconstrained firms remain insensitive to the flow of in recessive periods. This evidence for unconstrained firms confirms the behavior advocated by the literature, while the amplification of the effect of crises in constrained firms was observed by the negative variation in investment and cash flow in economic shocks times. The results obtained in Brazilian firms are consistent with those evidenced by the theory, considering that the economic crises affect the companies’ investments and the effects are amplified for the constrained firms. In addition, the results of the last test indicate that net assets stocks (cash and cash equivalents; cash and cash equivalents and trade credit – trade accounts receivable; cash and cash equivalents, trade credit – trade accounts receivable and inventory; cash and cash equivalents, trade credit – trade accounts receivable, inventory and trade credit – suppliers; working capital), did not have a damaging effect on the relationships investigated, especially on investments in constrained firms in economic crisis periods. The reported results instigate the continuity of these investigations in order to better understand how the operational and investment adjustments are made, especially in financially constrained companies, either through new proxies to better capture the state of financial constraint, or to construct other variables to expressing the investment, or liquidity, as well as evaluating the impacts with a certain time, lag since an investment decision is virtually irreversible.;
Palavras-chaves Investimento; Restrição financeira; Crises econômicas e estoques de ativos líquidos; Investment; Financial constraint; Economic crises and net assets stocks;
Área(s) do conhecimento ACCNPQ::Ciências Sociais Aplicadas::Ciências Contábeis;
Tipo Tese;
Data de defesa 2017-07-13;
Agência de fomento L. C. BONATO & CIA LTDA; FDA - Faculdade Dom Alberto;
Direitos de acesso openAccess;
URI http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/6687;
Programa Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis;


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar

Busca avançada

Navegar

Minha conta

Estatística